Arquivo para 3 de outubro de 2012

Jornada SESI de Gestão Sustentável – Recife

Anúncios

Dia Mundial do Dentista

O dia mundial do dentista é comemorado em 03 de outubro.

A primeira escola dentária, para formar dentistas, surgiu em 1840, em Baltimore, nos Estados Unidos.

Os dentistas são profissionais capacitados para tratar das gengivas, da boca, dos ossos da face e dos dentes, estruturas duras que utilizamos para mastigar os alimentos. É importante visitar esses profissionais de seis em seis meses, a fim de cuidar da integridade e higiene dos dentes, fazendo limpeza e profilaxia.

Os dentes variam de acordo com os hábitos alimentares de cada espécie. Os humanos têm capacidade para rasgar, prender e triturar os alimentos, para que os mesmos passem pelo tubo digestivo em tamanhos menores, aproveitando seus nutrientes e facilitando o processo digestivo.

Os seres humanos possuem 32 dentes, divididos em duas dentições. A primeira delas, durante a infância, é chamada de provisória ou “dentes de leite” e é constituída de apenas 20 dentes. O nascimento dos primeiros dentes acontece por volta dos seis meses de idade, indo até os trinta meses. Essa dentição é trocada, variando com a idade e o tipo de dente, até que todos eles sejam definitivos.

Os dentes humanos possuem diferentes funções. Os incisivos (dentes da frente) e os caninos (os pontudos) servem para morder os alimentos, fazendo a divisão dos mesmos; os pré-molares e os molares servem para triturar, cortar e esmagar os alimentos.

Por volta dos 17 anos de idade, nascem os dentes sisos, bem ao final das gengivas. Porém, esses não têm muita utilidade para o processo de mastigação e normalmente são extraídos para não causarem problemas, como entortar os outros dentes por falta de espaço. É difícil encontrar pessoas que possuam esses dentes.

A formação para o exercício dessa profissão tem duração de cinco anos, terminando o curso como clínico geral, capacitado para tratar cáries, fazer restaurações, projetar e instalar próteses, etc.. É um curso que requer muita dedicação e estudo, pois possui disciplinas como anatomia, patologia e fisiologia. Ao término da faculdade, o profissional poderá se especializar em áreas específicas, como cirurgião dentista, odontopediatria, periodontia, traumatologia (quando se machuca a boca), saúde coletiva, além de cuidar da parte estética da boca, dentre várias outras.

Antigamente os dentistas eram chamados de dentistas práticos, sem formação ou com pouco conhecimento, que não tratavam os dentes, mas faziam apenas a extração daqueles que estavam muito estragados. Normalmente eram barbeiros ou ambulantes, que trabalhavam em locais precários e sem a higiene necessária.

Hoje em dia a consciência sobre os tratamentos dentários mudou muito. Sabe-se da importância dos trabalhos preventivos, motivo pelo qual a saúde bucal deve começar ainda no recém-nascido, com o uso de cotonetes molhados em água limpa.

Os primeiros cursos de odontologia do Brasil surgiram no Rio de Janeiro e na Bahia, determinados pelo decreto nº 9.311, em 25 de outubro de 1884. Em nosso país, o dia do dentista é comemorado nessa data.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.brasilescola.com

Aprenda o Autoexame da Mastigação Correta

Mastigar é um ato mecânico, automático, que não recebe a menor atenção no dia a dia. Acontece que a maneira de mastigar e o número de repetições é muito importante para que o restante do processo de digestão do alimento seja concluído com sucesso, além de interferir diretamente na saúde bucal.

A cirurgiã-dentista, Rosileine Uliana, explica que quanto menor for o número de mastigações, mais preguiçoso o intestino será, sem força para trabalhar e produzir a quantidade necessária de estímulos gástricos essenciais para a digestão. “A principal função da mastigação é diminuir o volume do alimento, em partículas cada vez menores, preparando-as para a deglutição”, diz.
Mastigar errado sobrecarrega a articulação e pode até causar dor de cabeça. Para ver se há algum problema, basta fazer o autoexame. É só ficar na frente de um espelho e observe atentamente dois pontos: se um ombro é mais alto do que o outro e se, ao sorrir, o meio dos dentes de cima não está alinhado com o meio da arcada de baixo. Caso haja alteração, é hora de procurar um especialista.
Fórmula ideal
O recomendado é que os alimentos sejam mastigados por no mínimo 30 vezes, dependendo se são sólidos, pastosos ou líquidos.  O nome é complicado – mastigação bilateral alternada multidirecional -, mas quer dizer que o alimento deve ser distribuído homogeneamente nos dentes do lado direito e do lado esquerdo. “Assim, é possível garantir a estabilidade do sistema articular e periodontal – tecidos que sustentam os dentes, osso, ligamento e gengiva”, afirma Rosileine.
Nutricionistas recomendam soltar os talheres para prestar atenção no ato de mastigar. Isso faz com que a sensação de saciedade seja sentida antes da pessoa comer mais do que é necessário. Também é importante prestar atenção em dicas básicas, como colocar pequenas quantidades de alimento por garfada, comer devagar e manter a boca fechada.
Segundo a cirurgiã-dentista Lucina Saraiva, o desenvolvimento da mastigação começa desde o primeiro dia de vida, com a amamentação. “A força que o bebe faz para sugar o leite estimula a musculatura facial e é muito importante para o desenvolvimento ósseo”, diz. Bebês que não mamam podem se tornar adultos que só respiram pela boca e, com isso, mastigam apenas de um lado para conseguir respirar durante a refeição.
Ginástica da mastigação
Para a dentista Rosileine Uliana, a goma de mascar pode ser uma boa fisioterapia para as glândulas salivares. O ideal é mascar por 20 minutos, duas vezes ao dia. Isso aumenta a salivação, como também massageia as glândulas salivares. Porém, a especialista alerta. “Mascar chiclete em demasia pode saturar os músculos da mastigação, comprometendo o sistema articular e periodontal”.
Saiba quais são as fases da mastigação
-Fase de incisão: quando os alimentos são cortados. Tempo de duração: 5% a 10% do tempo da mastigação.
-Fase de trituração da comida: é a transformação das partes grandes dos alimentos em partes pequenas. Tempo de duração: 65% a 70% do tempo de mastigação.
-Fase de pulverização do bolo alimentar: é quando as partículas pequenas se transformam em elementos muito pequenos. Tempo de duração: 25% a 30% do tempo de mastigação.
Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://saude.terra.com.br

Twitter @vivamelhor

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.198 outros seguidores

Calendário

outubro 2012
S T Q Q S S D
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 973.406 hits
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: