Arquivo para julho \29\UTC 2010

Gorduras? Descubra o que são e quais os tipos!

Gorduras são a maior fonte de energia para o nosso corpo. Embora sejam necessárias, a ingestão de gorduras em excesso leva a problemas de coração, porque aumenta os níveis de colesterol no sangue. Há três tipos básicos de gordura (ou ácido graxo): monoinsaturadas, poliinsaturadas e saturadas. Todos os óleos e gorduras contêm uma mistura desigual desses três tipos. Já as gorduras animais, além dos ácidos graxos, contêm também colesterol alimentar.

Quais são as gorduras prejudiciais?

As gorduras saturadas causam danos ao organismo. São aquelas que se solidificam quando os pratos esfriam, como manteiga, banha, gordura de porco e carnes vermelhas gordas (rabo e costela, por exemplo). Esse tipo de gordura provoca o aumento da taxa de colesterol.

Gorduras Monoinsaturadas

Derivadas de vegetais, são líquidas em temperatura ambiente e podem reduzir o colesterol no sangue quando substituem as gorduras saturadas. As gorduras monoinsaturadas mais comuns são o óleo de canola, o azeite de oliva e o óleo de amendoim. O óleo de girassol, que possui um teor muito baixo de gordura saturada, contém praticamente a mesma quantidade de ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados.

Gorduras Poliinsaturadas

Essas gorduras provêm dos óleos vegetais. Geralmente são líquidas em temperatura ambiente. Não devem ultrapassar os 10% das calorias ingeridas diariamente. As mais comuns são o óleo de girassol, o óleo de milho, o óleo de gergilim, o óleo de soja, o óleo de algodão, margarinas em tablete que têm no óleo seu principal componente. A maior parte das maioneses e temperos líquidos de salada é classificada como gordura poliinsaturada.

Gorduras Saturadas

Contribuem para o aumento do nível de colesterol no sangue, mesmo quando são obtidas de fontes vegetais. O consumo de gorduras não deve ultrapassar 10% das calorias diárias. Um exemplo de gordura saturada é a gordura vegetal hidrogenada.

Hidrogenada significa que parte da gordura poliinsaturada foi transformada em gordura saturada para manter-se sólida em temperatura ambiente. São encontradas em gorduras animais, como carne vermelha, aves, laticínios, manteiga de cacau (encontrada no chocolate) e os óleos de coco, babaçu e dendê.

Cuidado com a gordura Trans!

Encontrada em vários alimentos que fazem dar água na boca à muita gente – como fast foods, bolachas e sorvetes – a gordura trans está entre os principais inimigos à saúde, isso porque, assim como a gordura saturada, ela também aumenta os níveis de colesterol ruim no sangue e é suspeita de diminuir o bom colesterol, deixando as artérias em uma situação bastante perigosa.

Vários estudos demonstram que suas moléculas deixam o organismo mais vulnerável a inflamações. O poder maléfico atinge também a membrana das células, cuja função é protegê-las da invasão de substâncias tóxicas e microorganismos nocivos.

A gordura trans é muito utilizada para a preparação de alimentos nas redes de fast foods porque, além de ser mais durável, tem uma estrutura que conserva melhor os alimentos e o deixa mais atraente. É por isso que a batata frita fica sempre mais dourada e parece mais crocante do que a feita em casa.

Colesterol Alimentar

Muitos alimentos (carne de boi, de porco ou de carneiro com gordura, cremes e sorvetes, salame, a maioria dos queijos, entre outros) e gorduras derivadas de fontes animais (banha, toicinho, manteiga, gordura de carne bovina, de frango, de bacon, por exemplo) contêm tanto a gordura saturada quanto o colesterol alimentar. Outros alimentos, como gema de ovo, marisco e miúdos, contêm pouca gordura, mas possuem alta taxa de colesterol.

Mude o cardápio diário

•  consuma, no máximo, 2 gemas de ovo por semana;

•  consuma carnes vermelhas como complementos de outros alimentos e não como “prato principal”;

•  dê preferência às carnes brancas magras, aves (sem pele) e peixes: consuma no mínimo, 3 a 4 vezes por semana; consuma mais feijões, lentilha, ervilha, grão-de-bico, frutas, verduras, legumes e cereais integrais, pois são importantes fontes de fibras alimentares;

•  use pouco óleo no preparo de alimentos; prefira grelhados, assados, ensopados em vez de frituras;

•  faça, pelo menos, 3 refeições por dia, não esquecendo de consumir leite ou iogurte desnatados.

•  se comer fora de casa, não deixe de obedecer a sua dieta.

Postado por Edson Fabrício
Siga o VMO no twitter: @vivamelhor
Imagem: reprodução

O poder do Chá

Considerado a segunda bebida mais consumida no mundo, o chá apresenta propriedades benéficas á saúde. A bebida é funcional, ou seja, além dos nutrientes conhecidos, exerce funções protetoras e preventivas contra doenças cardiovasculares, diabete, pressão alta, infecções respiratórias, artrite, alguns tipos de câncer, entre outras. O chá seria uma das alternativas para o controle da oxidação e dos radicais livres no organismo.

Há na bebida, outras substâncias com propriedades diuréticas, como a teofilina e a teobromina, além de ter quantidade significativa de minerais como potássio, magnésio, fósforo, flúor e vitaminas do grupo B. Embora muitas pessoas usam o termo “chá” para se referir às bebidas feitas com ervas ou que resultem da infusão de folhas em água quente, como camomila, macela ou hortelã, os efeitos benéficos do chá verdadeiro não têm a ver com os das outras ervas, que não possuem poder antioxidante. O consumo do chá deve ser diário, cerca de um litro. Em excesso, tanto o preto quanto o verde pode provocar insônia, excitabilidade e distúrbios gastrointestinais.

Existem quatro variações do chá: branco, verde, vermelho e preto. No entanto, diferem quanto ao tempo de secagem, que define coloração, sabor e propriedades terapêuticas. No Brasil, os mais comuns são o preto e o verde.

Chá verde: rico em polifenóis, uma classe de fitoquímicos que pode conter maior efeito antioxidante que as vitaminas C e E. O poder do chá verde contra o câncer foi identificado por pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ohio, nos Estados Unidos, onde o principal ingrediente ativo denominado catequina, intefere no crescimento dos tumores. Deve ser tomado quente, logo depois da infusão, para que preserve todas as propriedades benéficas. Sua quantidade de oxidante chega a ser igual ou superior à de frutas e vegetais.

Chá preto: além de polifenóis, o chá preto contém betacaroteno, tiamina (vitamina B1), riboflavina (B2), vitamina C, vitamina B6 (essencial para o metabolismo das proteínas) e ácido fólico, importante para a divisão celular, além de ser rico em magnésio e potássio. Ajuda a restaurar o funcionamento normal dos vasos sangüíneos, diminuindo os riscos de infarto e acidente vascular cerebral.

Saiba mais:

  • Antioxidantes são um grupo de substâncias benéficas ao organismo por neutralizarem os efeitos nocivos das moléculas de oxigênio, resíduos das reações químicas que ocorrem no organismo;
  • O chá tem dois antioxidantes naturais, fitoquímicos e flavonóides, estudados nas frutas e nos vegetais pela sua propriedade de combater ao câncer;
  • Uma xícara de chá obtida de uma infusão de três a cinco minutos contém a mesma quantidade de antioxidantes que uma porção de vegetais e quatro vezes mais que um copo de suco de laranja.
  • As propriedades antioxidantes do chá só se mantêm nas infusões de folhas. Nos chás instantâneos, em pó e engarrafado, os antioxidantes não são encontrados.
  • A melhor forma de preparação do chá é largar água fervente sobre as folhas, deixar a infusão por três minutos e beber na hora. As propriedades só estão no chá recém-passado.
  • Os chás verde e preto podem ser encontrados em supermercados, com o mesmo preço de chás de outras ervas.

Postado por Edson Fabrício
Imagem: reprodução

Tosse…ran-ran na garganta?

Confira algumas dicas:

Água – torna as secreções mais fluidas, facilitando sua eliminação. Beba 9 copos de água por dia. Evite o vaporizador. Ao umedecer o ar, ele cria condições para a proliferação de fungos.

Mel – é um discreto emoliente, ou seja, torna a secreção menos viscosa e mais fácil de ser eliminada. Os óleos essenciais presentes na sua composição acentuam seu efeito fluidificante, isto é, ajudam a diluir o muco. Não é recomendado para crianças menores de 1 ano, porque pode conter uma bactéria que causa botulismo. Como nessa idade o sistema imunológico ainda não está desenvolvido, elas ainda não tem defesas.

Própolis – possui atividade antimicrobiana. Por isso, auxilia no combate às infecções secundárias, que resultam de gripes e resfriados.

Guaco – erva antialérgica e com propriedades broncodilatadoras. Alivia os sintomas da asma e da bronquite. Pode ser encontrada em xarope ou chá.

Postado por Edson Fabrício
Imagem: reprodução

Sabe o que acontece se parar de fumar?

Diga adeus à pele oleosa, às rugas, ao risco de câncer de pulmão, a respiração ofegante e a tosse.

Confira os benefícios ao parar de fumar ….

… após 20 minutos: estabiliza-se a pressão arterial, contribuindo para que os batimentos cardíacos voltem ao normal.

… após 8 horas: o nível de oxigênio no sangue volta a se equilibrar.

… após 24 horas: reduzem-se as chances de ocorrer um ataque cardíaco.

… de 2 a 12 semanas: a capacidade pulmonar aumenta em 30%, melhora a circulação sangüínea e a pele fica menos oleosa.

… de 1 a 9 meses: a respiração ofegante e a tosse diminuem bastante.

… de 10 a 15 anos: alcança-se uma expectativa de vida igual ao de uma pessoa que nunca fumou.

Postado Edson Fabricio
Fonte: Revolution Health
Imagem: reprodução

Quem diria, seus pés sabem tudo sobre você!

Quem diria, seus pés sabem tudo sobre você!

Todos já sabem que o corpo evidencia sinais do que sentimos, mas poucos sabem que pressionar certos pontos na planta dos pés, reflexologia, tem efeito terapêutico contra diversos males, entre eles a hipertensão, a enxaqueca e a gastrite.

Essa técnica milenar, capaz de aliviar sofrimentos e ajudar o corpo a combater seus agressores, funciona como um poderoso coadjuvante da Medicina tradicional. Seus efeitos podem ainda chegar à alma e atenuar problemas emocionais, como ansiedade e depressão e, o método também é capaz de detectar desequilíbrios psíquicos e evitar que se transformem em doenças.

Para reduzir tensões e revigorar o organismo você mesmo pode massagear seus pés. Siga os passos:

1 – Prepare-se. Escolha um lugar gostoso e instale-se entre almofadas. Certifique-se de que suas costas estejam bem apoiadas. Se quiser, use cremes ou óleos. Massageie um pé de cada vez e fique atento para não tensionar ombros e pescoço.

2 – Segure o pé inteiro e acolha-o carinhosamente. Usando toda a mão, amasse-o como se estivesse fazendo pão ou trabalhando argila. Explore toda a superfície.

3 – Suba até o tornozelo. Com a mão inteira, movimente a articulação em todas as direções. Usando a ponta dos dedos, explore toda a região, das partes fofas às extremidades dos ossos. Percorra da parte inferior da perna até o calcanhar.

4 – Mexa as articulações dos dedos, separe uns dos outros, seja minucioso. Depois continue o trabalho pelo pé inteiro, apertando e amassando, principalmente os pontos doloridos. Confie na intuição e siga o caminho que as mãos encontram.

Postado por Edson Fabrício
Imagem: reprodução

CAMPANHA DIA DE PROTEÇÃO ÀS FLORESTAS

Sedentarismo!


Sedentarismo:
é muito comum atualmente, mas pode trazer graves prejuízos ao coração. Pessoas sedentárias têm o dobro de chance de desenvolver doenças coronarianas, pois costumam ter hipertensão e níveis de colesterol mais altos no sangue. Veja o que a falta de exercícios pode fazer no seu corpo:

  • Compromete a circulação;
  • Dificulta manter o peso normal.

Exercício a prestação

Para deixar o sedentarismo para trás, o ideal é caminhar cerca de 3 quilômetros durante 30 minutos, três vezes por semana.

Se preferir pode dividir a meia hora em duas sessões de 15 minutos. Ou três sessões de 10 minutos.

Importante: à medida que for ficando mais fácil, vale aumentar a dose até chegar ao ideal, que é fazer exercícios todos os dias.

Quando exercício físico é preciso fazer para deixar de ser sedentário?

Quem consegue percorrer cerca de 3 quilômetros durante 30 minutos três vezes por semana já não é mais sedentário. Isso é suficiente para que essa expectativa de vida. Como se vê, o ritmo nem é muito intenso.

E quando tempo um ex- sedentário começa a sentir os efeitos da atividade física?

Seis semanas. Não desista antes desse período. Com pouco mais de um mês, a pressão e o nível de colesterol diminuem. Sem falar no bem-estar que os exercícios produzem. Isso acontece por causa da liberação de endorfina, substância que afeta o humor.

Veja os benefícios …

O exercício regular é um antídoto contra a depressão. A prática de exercícios físicos melhora o estado de espírito, a auto-estima e a saúde das pessoas, dando-lhe mais energia para realizar suas atividades. Também reduz o nível de estresse.

É importante praticar exercícios físicos regularmente, pelo menos 4 vezes na semana.

Postado por Edson Fabrício
Imagem: reprodução


Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.287 outros seguidores

Calendário

julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 799,021 hits

Top 5


%d blogueiros gostam disto: