Arquivo para janeiro \26\UTC 2011

Previdência Social

Anúncios

Dia do Farmacêutico

Cura Para o Vazio Interior – XII Vasti De Souza Viana

Quando minha filha estava com cerca três aninhos e a convidáva­mos para orar no momento do cultinho infantil diário, ela sempre dizia “não”. Deixávamos passar mais algumas semanas e ao convidá-la novamente a resposta era a mesma, mas não a censurávamos por isso. Ela gostava de cantar, recitar versinhos bíblicos e até contava histo­rinhas ilustradas. Como mãe, fiquei a pensar que motivo a levava não querer orar em voz alta.

 

Imaginando que ela não havia entendido ainda o significado da oração, resolvi em cada cultinho incluir a explicação de algo acerca da oração. Cada vez comentava apenas uma das coisas que dizemos na oração, ou o que é orar, ou com quem falamos, ou porque fechamos os olhos ou temos postura respeitosa, etc. Passadas algumas semanas a convidei para fazer a oração e ela disse um belo e sonoro “sim”, e fez uma das mais belas orações que já ouvi de uma criancinha. Quão grata me senti a Deus porque Ele me fez perceber o que faltava para que minha filhinha se sentisse livre para orar em voz alta.

 

“Deus está sedento da sua companhia. Você tem uma experiência única com Deus. Você pode compreendê-Lo de um modo tão peculiar, que ninguém mais poderá. Ele colocou sobre cada um de nós um dom específico de Sua graça que nos distingue. Deus anseia por interagir com você e revelar-lhe uma parte peculiar do Seu caráter. Ele tem necessi­dade que somente a configuração especial do seu coração pode suprir.

 

“Adore a Deus em suas orações dizendo que Ele é a única recompensa que você deseja, que seu supremo querer é receber Seu sorriso de apro­vação. Confesse sua inabilidade para amá-Lo assim como Ele ama você. Peça-Lhe para colocar em você a fome e a sede por Ele. Adore o Espírito Santo. Diga-Lhe em detalhes o quanto você aprecia tudo o que Ele tem feito por você e confesse quão pouco você O tem compreendido. Adore a Jesus. Peça que lhe ensine a louvá-Lo, a valorizar Seu sacrifício para salvar sua vida, e que lhe dê um espírito grandemente reconhecido e agradecido.

 

“Se você ainda não O ama profundamente, não percebe o quanto Ele fez por você, então peça que lhe ajude a entendê-Lo e amá-Lo; Deus o atenderá. Ao você adorá-Lo e colocá-Lo em primeiro lugar, estará atendendo as necessidades d’Ele, e Ele cuidará muito bem das suas; porque Deus sempre nos dá muito mais do que recebe de nós”. (A Passion For Prayer, 78)

 

Lembremos sempre que receberemos poder através da oração. Poder para vencer a incerteza, poder para enfrentar desafios, poder para transformar as dificuldades em grandes oportunidades, poder para nos submeter ao sábio controle divino. Deus pode transformar em um grande bem qualquer causa ou coisa que considerávamos perdida. Oremos mais, e nossa vida será enriquecida com bênçãos maravilhosas que curam o vazio que sentimos na alma. Nos próximos números continuaremos tratando deste tema.

 

Vasti  De Souza Viana  – autora do livro – Cura para o Vazio da Alma
vasti@viana.ws

Efeitos do Exercício Físico Sobre o Apetite

Alimentação, nutrição, ou a simples forma como nos alimentamos, são temas que concorrem ao lado dos exercícios físicos.

Qualquer pessoa que mantém uma prática regular de exercícios, mantém também algum tipo de rotina alimentícia específica, mas o nível em que a atividade física pode influenciar sobre as minúcias  destas rotinas ainda é um campo de pesquisa desconhecido.

Em pesquisa realizada para a revista de Psiquiatria Clínica, a especialista Sheila Assunção, concluiu que atividade física excessiva voltada para controle de peso é um comportamento muito freqüente entre indivíduos com transtornos alimentares. Porém além da questão psicológica ainda há estudos que comprovam uma supressão fisiológica do apetite, conseqüente dos exercícios físicos.

Quatro hormônios, conhecidos como adipocinas, são os principais atores da supressão de apetite, a adiponectina, a leptina, a grelina e o PYY . O mais curioso é que esses hormônios são secretados pelo próprio tecido gorduroso e em situações de obesidade, onde esse tecido é bastante abundante, o efeito supressor de apetite desses hormônios é anulado.

Para Eduardo Ropelle, pesquisador da Unicamp e do Instituto de Obesidade e Diabetes, o exercício físico age para que as adipocinas sejam ativadas novamente. Pesquisadores da UNIT também afirmaram que esse processo parece ocorrer tanto de maneira imediata após aos exercícios como também a longo prazo.

Apesar dos importantes achados, todos pesquisadores concordam que há pouca conclusão acerca dos métodos e imensidades que afetam de forma específica as ações das adipocinas, fazendo-se necessário mais estudos sobre o tema.

Rafael Luiz Carneiro de Souza – Personal Trainer/Treinador/Educador Físico
CREF 003463-G/PE
Site: www.blogdacademia.wordpress.com
E-mail: rafalcs@hotmail.com  rafaseep@gmail.com
Tel(81): 88735954 88453170

Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional

USE FILTRO SOLAR

Calendário Viva Melhor 2011 – 1º trimestre


Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.287 outros seguidores

Calendário

janeiro 2011
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 821,693 hits

Top 5


%d blogueiros gostam disto: