Formas de tratar o Alcoolismo

alcool02

O tratamento dos alcoólicos é complicado e controverso. Alguns especialistas acreditam que a maior parte dos casos é mais bem resolvida em casa, com remédios e terapia. Outros defendem a internação para bebedores de longa data e com problemas de abstinência. Mas todos concordam que o ideal é a conjunção de diversas formas de abordagem ao mesmo tempo.

Como o álcool influencia o seu comportamento? (Responda ao questionário e descubra)

Alguns métodos são os principais para a recuperação dos doentes:

Programas de auto-ajuda dos doze passos
Como o Alcoólicos Anôminos, são grupos de pessoas que lidam ou lidaram com o vício divindo suas experiências. Eles têm de atingir doze passos para se recuperar (como assumir o vício, procurar ajuda, etc). Normalmente os grupos são usados como parte do tratamento profissional. Os grupos costumam ser procurados antes da ajuda médica.

Terapia psicossocial
O alcoolismo normalmente está relacionado a outros problemas. “A maioria das pessoas ignora que a existência de um problema psíquico anterior ao vício”, diz Dartiu Xavier da Silveira, psiquiatra do Programa de Atendimento e Orientação a Dependentes (Proad) da Unifesp.

Depressão, ansiedade, fobia social (medo de se apresentar em público, timidez excessiva) são alguns dos trampolins para a bebida. Os tratamentos com psicólogos tentam resolver esse problema original, enquanto ajudam o paciente a racionalizar os males e abandonar o consumo da bebida. Normalmente, a terapia é indicada inclusive para os familiares.

Medicação 
O tratamento muitas vezes é combinado com remédios. Existem três tipos principais de medicamentos utilizados: os que diminuem a vontade de beber, que tiram o prazer da bebida e os que provocam reações aversivas ao álcool – a pessoas bebe e vomita, por exemplo.

Além disso, o número assustador de 75% dos casos têm recaídas ao longo da vida. Por isso, diz-se que alcoolismo não tem cura, e que o alcoólico está em tratamento e combate permanente com o vício.

Internação 
Defendida por alguns médicos, a internação costuma demorar por resistência da família. O paciente costuma ficar internado por um período médio de 3 a 4 meses. Participa de todos os outros tratamentos e é obrigado a ficar longe da bebida.

“Eu sou a favor da internação para troca de ambiente, dependendo do grau de comprometimento da pessoa com o álcool. Porque nesses casos, a pessoa terá crises de abstinência e tem mais problemas para lidar com a compulsão, que passa por cima da vontade”, diz Nestor Benedito Santos, psicólogo da Clínica Órion para dependentes químicos.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando os sites: http://saude.terra.com.br e http://super.abril.com.br

Anúncios

0 Responses to “Formas de tratar o Alcoolismo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.287 outros seguidores

Calendário

fevereiro 2013
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 821,533 hits

Top 5


%d blogueiros gostam disto: