Mau uso da Voz pode afetar desempenho no trabalho

Beber água e evitar o consumo de cigarros, alimentos gordurosos e bebidas ricas em cafeína são algumas das recomendações médicas para prevenir problemas no aparelho fonador.
Joaber_25
Rouquidão, cansaço ao falar, dor ou ardência na garganta, dificuldade para engolir e pigarro constante são alguns dos sinais que mostram o possível comprometimento da saúde do aparelho fonador. Segundo o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), de janeiro a agosto de 2011, 4.318 pessoas foram afastadas do emprego por distúrbios no sistema vocal, 324 delas devido ao ofício que exerciam. Em 2010 foram 3.601 casos.
A lista de profissionais que utilizam a voz como principal instrumento de trabalho é ampla. Professores, cantores, atores, advogados, jornalistas, locutores, entre outros. No entanto, nem todos sabem como prevenir ou tratar problemas relacionados ao trato vocal. O mais preocupante é que muitos não procuram a ajuda de especialistas.
De acordo com o presidente da Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV), Antônio Lobo, “não fumar, beber bastante água, não gritar ou sussurrar e evitar alimentos muito condimentados e gordurosos, além de refrigerantes e bebidas ricas em cafeína” são hábitos simples que ajudam a manter a saúde da voz. O otorrinolaringologista alerta, ainda, que sintomas, como rouquidão, que se estendem por mais de 15 dias devem receber acompanhamento médico.
Para falar sobre a importância dos cuidados com o aparelho fonador e explicar as principais doenças que atingem a região, a ABLV, em parceria com a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), promove a 17º Campanha Nacional da Voz com o tema “Afine sua saúde. Cuide da sua voz!”.
Entre os dias 16 e 18 de abril, no Parque do Povo, em São Paulo, a mostra terá uma boca gigante inflável, onde os visitantes poderão entrar e conhecer a fisiologia do sistema vocal e o processo de formação da voz. Além disso, o evento, que conta com o apoio da ONG Doutores da Alegria e tem o fundador da instituição, Wellington Nogueira, como padrinho, vai trazer a apresentação dos palhaços Fuska e Gaiato, da contadora de histórias Jane Berenstein e dos beatboxers Borracha e Mautari.
A Campanha Nacional da Voz também conta com o patrocínio de Strepsils, marca especialista em dor de garganta e única pastilha que contém flurbiprofeno, princípio ativo que combina a ação anti-inflamatória com analgésica. “É com muita satisfação que apoiamos essa iniciativa através da parceria com a ABORL/ABLV que demonstra claramente o quanto é essencial manter a saúde da voz em dia”, explica Marisa Cazassa, gerente da marca pela RB (Reckitt Benckiser), comercializadora da marca no Brasil”.
Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.segs.com.br/
Anúncios

0 Responses to “Mau uso da Voz pode afetar desempenho no trabalho”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.287 outros seguidores

Calendário

abril 2015
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 821,508 hits

Top 5


%d blogueiros gostam disto: