Posts Tagged 'Defesa da Vida'

Todo dia é dia de cuidar das águas

No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, vale lembrar que o futuro do planeta está nas mãos das novas gerações. É por isso mesmo que o Projeto Tecendo as Águas, do Instituto Supereco, tem investido tanto em Educação Ambiental revolucionando o ensino em escolas municipais de São Sebastião, litoral norte de São Paulo – região que possui importante trecho da Mata Atlântica e é um dos biomas mais ameaçados do mundo segundo a ONU.
11377389_630281700406078_2239890256863289086_n
Em dois anos de projeto, foi possível atingir 2.439 alunos por meio da formação de 131 professores de diversas disciplinas que participaram de oficinas, reuniões e seminários focados em meio ambiente e, especialmente, nas bacias hidrográficas dos Rios São Francisco e Juqueriquerê que abastecem a região e garantem a vida de centenas de espécies animais e vegetais.
O trabalho do Tecendo consistiu em propor inserção de temáticas ambientais locais no conteúdo pedagógico. Deu tão certo que a própria Secretaria de Educação de São Sebastião solicitou ao Tecendo a formação de todos os professores de Ciência da rede municipal – uma capacitação de cerca de mil educadores dessa disciplina.
As Oficinas Saberes das Águas, ministradas pela equipe do Tecendo, contaram com material de apoio produzido pelo Institutio Supereco e Cadernos de atividades para os alunos com elementos presentes na realidade deles, por exemplo, rios que abastecem a cidade e personagens reais incentivando a preservação da natureza como o “Seu Áureo”, morador antigo do bairro de São Francisco que, num desses cadernos, conta como o Rio São Francisco já foi limpo a ponto das pessoas nadarem nele.

As ações do Tecendo junto as escolas, além da Educação Ambiental desde a infância, gerou ainda outros desdobramentos benéficos ao meio ambiente da região. Escolas passaram a coletar óleo de cozinha para fabricação de sabão e também a monitorar a qualidade da água. “Para ter permissão de levar as Oficinas Saberes nas escolas assumimos um compromisso com a Secretaria de Educação de causar mudança de atitudes. Creio que essa meta foi alcançada “ comenta Patrícia Matsuo, coordenadora de Educação Ambiental do Tecendo as Águas.
Participaram do Tecendo as Águas as escolas EE Nair Ferreira Neves, EMs Prof° Maria Francisca Santana M. Tavolaro e Prof Walfrido Maciel, as  EMEIs Algodão Doce, Chapeuzinho Vermelho  e Pingo de Gente, os Projetos  Cidadão Criança, Garoçá e Viração, o 3° Pelotão Policia Ambiental São Sebastião, APAE, Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião – EA e Instituto Terra e Mar.
Quem faz
O Projeto “Tecendo as Águas” é realizado em parceria com a Chevrolet e o Instituto Educa Brasil, com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental e tem seis objetivos que se conectam no sentido de trabalhar a floresta, a água, educação, saúde, cultura, turismo, geração de renda e qualidade de vida: “Saberes das Águas”, “Se Ligue nas Águas”, “Conhecendo as Águas”, “Caminho das Águas”, “Águas da Mata” e “No Ritmo das Águas”. Conta também com o apoio do Comitê das Bacias Hidrográficas do Litoral Norte (CBHLN), das prefeituras de São Sebastião e de Caraguatatuba, do Instituto Trata Brasil, da rede Made In Forest, do Centro de Educação Ambiental de Guarulhos (CEAG) e da Organização Brasileira de Mulheres Empresárias (OBME).
Sobre o Instituto Supereco
O Supereco é uma OSCIP que atua há 20 anos com a missão de promover a educação ambiental como ferramenta estratégica de conservação ambiental aliada ao desenvolvimento humano. Os 23 Programas, projetos e intervenções de educação pela sustentabilidade, abrangendo todos os Biomas do Brasil, formaram mais de 11.500 educadores e lideranças multiplicadoras em educação ambiental, atenderam mais de 1,5 milhão de crianças e jovens em programas de educação ambiental presencial e à distância, contemplaram 905 mil participantes diretos nas intervenções socioambientais e produziram 135 publicações especializadas na área. Site http://www.supereco.org.br
COMO PARTICIPAR DO TECENDO AS ÁGUAS
Os moradores da região do litoral norte podem participar ativamente das ações socioambientais do Projeto Tecendo as Águas cuja sede fica no centro histórico de São Sebastião.  Basta acompanhar o calendário de ações pelo facebook do projeto e se inscrever em oficinas, mutirões, concursos e eventos culturais. Há várias ações aos finais de semana, cursos com certificado e atividades que podem acolher voluntários, artistas, ambientalistas, estudantes, professores, agricultores, comerciantes e qualquer pessoa interessada em meio ambiente e sustentabilidade. Para quem não está no litoral norte de SP, o convite é para acompanhar e postar sugestões na página Tecendo as Águas do facebook.
Informações parciais. Confira os textos na íntegra, acessando os sites: http://www.segs.com.br/ e http://www.brasil.gov.br/

Meio Ambiente: O momento é de ação

O Planeta chega ao Dia Mundial do Meio Ambiente em momento crítico. É preciso agir e agir agora, para minimizar os impactos da sociedade de hoje sobre as futuras gerações.
cuidar-meio-ambiente
Num momento em que a Natureza se apresenta especialmente inquieta, com manifestações causadas ou não pelo Homem – mas que cobram um preço alto em vidas –, tais como furacões furiosos, enchentes devastadoras, deslizamentos letais, invernos glaciais, chegamos ao Dia Mundial do Meio Ambiente chamando não somente à reflexão, mas, principalmente, à ação de todos em defesa da vida.

Todos temos como contribuir – direta ou indiretamente – para que as sociedades caminhem rumo à sustentabilidade e para que a harmonia entre o desenvolvimento socioeconômico e a conservação da natureza deixe de ser mera utopia.

Atitudes individuais e coletivas, como o consumo consciente no dia a dia e a exigência, pela população, do cumprimento das leis por órgãos governamentais em todos os níveis são fundamentais.

À iniciativa privada cabe não somente investir em conservação do meio ambiente, mas, principalmente, assumir uma postura de responsabilidade socioambiental, trabalhando de dentro para fora, com adequação de suas cadeias produtivas e meios de produção, distribuição etc.

À sociedade civil organizada, em especial às ONGs socioambientalistas como o próprio WWF-Brasil, cabe conceber e aplicar soluções, realizar campanhas, mobilizar e facilitar o engajamento de indivíduos, governos e iniciativa privada num esforço conjunto para o bem comum das gerações de agora e do futuro.

E tudo isto tem que ser feito agora.  A Natureza já nos envia seus sinais de alerta.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.wwf.org.br/

Twitter @vivamelhor

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.198 outros seguidores

Calendário

novembro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 977.792 hits

%d blogueiros gostam disto: