Posts Tagged 'Iluminação'

Como identificar e tratar o estrabismo, o problema que pode prejudicar a visão

O estrabismo é um desvio nos olhos que pode acontecer em qualquer idade. Se não for tratado adequadamente, o problema pode prejudicar a visão.

strabismus-950x514

 

O aposentado, Dionísio Tolomei, por exemplo, tem 73 anos e descobriu que tinha estrabismo há dois anos. Logo que percebeu uma alteração na visão, ele conta que procurou orientação médica imediatamente. “Quando falavam comigo ou quando eu fixava para responder, eu fechava uma vista para falar. Então comecei a sentir que ficava fora de foco se estivesse olhando com as duas vistas. Ai eu fechava um olho automaticamente para poder ver a pessoa. Procurei uma oftalmologista para eu fazer o tratamento. É o exercício que eu faço. A leitura uma das vistas tampada leio durante meio hora, com uma das vistas, depois leio meia hora com a outra vista, e depois com as duas. Já melhorei muito eu comecei o tratamento agora e vamos continuar o tratamento”.

A oftalmologista do Hospital Federal da Lagoa no Rio de Janeiro, Roberlí Bicharra, diz que o seu Dionísio fez bem em procurar por um oftalmologista quando percebeu que poderia ter estrabismo. “O estrabismo é uma emergência. Quando você identifica uma criança estrábica, ou um adulto, logo tem que ir ao médico, tem que tratar imediatamente para evitar a baixa visual que acontece por falta de uso do olho. Se o estrabismo começa antes do 5 anos, que a visão está desenvolvendo, e se você não trata neste período, você faz com que a visão não desenvolva bem nesse olho e depois você não consegue mais reverter o quadro”.

A oftalmologista, Roberlí Bicharra, também explica que o estrabismo pode ser tratado com uso de óculos, exercício para os olhos ou cirurgia.”Isso pode ser revertido com a melhora da própria doença que causa isso, um trauma, uma doença metabólica, problema de tireoide, por exemplo, um traumatismo, um diabetes, um AVC e o olho pode depois retornar a posição normal ou então você tem que ajudar através de exercício ortótico ou mesmo com uso de prismas e até, se não melhorar e for um ângulo importante, você utilizar a cirurgia”.

O Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação criaram o programa Olhar Brasil para oferecer assistência oftalmológica gratuita para a população.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.blog.saude.gov.br/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

Oftalmologista dá dicas para evitar a vista cansada no trabalho

Trabalhadores que passam a jornada de trabalho em frente a computadores costumam sentir a visão embaçada, ter dificuldade para enxergar, oscilação da visão, ardência, lacrimejamento, dores de cabeça constantes ou olhos pesados ao final da jornada. Estes sintomas podem ser ocasionados pela chamada vista cansada.

180
De acordo com o oftalmologista Richard Yudi Hida, chefe do Setor de Catarata do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo, a vista cansada surge pela diminuição da frequência do piscar, que pode ocasionar ressecamento dos olhos, olho vermelho, coceira, lacrimejamento, maior sensibilidade à luz e sensação de peso nas pálpebras.

— O incomodo é gerado pela má lubrificação e aumento da evaporação, diretamente ligada à atividade ocular interativa e estática dos olhos. Os sintomas podem se agravar se também estiverem presentes fatores como o estresse, a presbiopia (dificuldade em enxergar de perto devido a idade), o cansaço, a falta de sono, além da frequente exposição ao ar condicionado e à poluição — explica.

O especialista destaca que pessoas que trabalham em ambientes fechados, com ar condicionado, costumam ser acometidas pela vista cansada, pois o ar gelado e seco desencadeia o ressecamento dos olhos, expondo a superfície ocular da córnea.

Confira as dicas para evitar a vista cansada e aumentar a produtividade no trabalho:

* Piscar – Piscar várias vezes ajuda a lubrificar os olhos e previne irritações oculares. Quando estiver diante do computador, procure realizar intervalos de um ou dois minutos a cada 2 a 3 horas para descansar os olhos, piscando várias vezes seguidas e olhando para longe (mais que 6 metros)

* Iluminação – Controlar a iluminação também ajuda. Quando estiver usando um microcomputador, evite luzes que promovam reflexos na tela do microcomputador ou na mesa em que o mesmo está apoiado. Observe a intensidade das lâmpadas do ambiente e prefira a entrada de luz natural da janela. Equilibrar o contraste do ambiente com o do computador ajuda também a cansar menos o olho.

* Brilho – Reduzir o brilho produzido pelas superfícies planas e pela tela do computador é uma dica importante. Hoje, a maioria das telas dos computadores têm pouco reflexo. Aumentar a frequência de varredura do monitor (em Hz) pode reduzir o cansaço dos olhos (colocar acima de 70 Hz).

* Descanso e boa qualidade do sono – A privação do sono aumenta o risco de cansaço ocular. Ficar um longo tempo com os olhos abertos e passar noites em claro, afeta temporariamente a superfície ocular e a musculatura responsável para “focar” objetos, podendo causar sintomas como dores de cabeça, ardência, olho vermelho, lacrimejamento e oscilação da visão.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://diariogaucho.com.br/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

O que é Glaucoma?

glaucoma

O que é Glaucoma?

O glaucoma é uma doença causada pela lesão do NERVO ÓPTICO relacionada a pressão ocular alta. Pode ser crônico ou agudo. Quando crônico é caracterizado pela perda da VISÃO PERIFÉRICA (visão que permite perceber objetos ao nosso redor), devido a lesão das fibras dos nervos que se originam na RETINA e formam o nervo óptico. O principal fator relacionado a esta lesão é a pressão interna do olho alta, porém existem outros fatores ainda em estudo. Quando agudo, se dá porque a pressão interna do olho torna-se extremamente alta e causa perda súbita e grave da visão (a média da pressão é 16 mmg porém varia entre 12 até 23 mmg sem no entanto causar problemas na maioria das pessoas).

Quais os sinais e sintomas do Glaucoma?

O glaucoma raramente apresenta sintomas. Os sinais da doença só vão surgir nos glaucomas agudos, quando o paciente sofre fortes DORES DE CABEÇA, FOTOFOBIA, enjôo e DOR OCULAR intensa.
Quais os exames necessários para diagnóstico do glaucoma?

Para o diagnóstico do glaucoma alguns EXAMES devem ser realizados, como: TONOMETRIA DE APLANAÇÃO (exame para a tomada da pressão intraocular), FUNDO DE OLHO (exame para avaliar se existe lesão do nervo óptico provocado pelo glaucoma), GONIOSCOPIA (exame para classificar o tipo de glaucoma) e CAMPO VISUAL (exame para avaliar se há perda do campo visual). O diagnóstico precoce do glaucoma só é feito em um exame oftalmológico de rotina e a medida anual da pressão intraocular é a forma mais sensata de se preservar a VISÃO.
A pressão alta dos olhos pode ser um indicativo de glaucoma?

Sim, um dos fatores de risco relacionados ao glaucoma é a pressão interna do OLHO alta. Entretanto este não é o único fator que contribui para a doença, pois algumas pessoas com pressão do olho alta nunca demonstrarão lesão por glaucoma. Somente com acompanhamento e verificando outros fatores como aparência do NERVO ÓPTICO e o exame de CAMPO DE VISÂO comparativo dará melhores informações.
Mesmo com a pressão ocular alta a visão pode continuar piorando?

Sim, o bom controle da pressão interna do olho retarda a lesão do glaucoma, porém já foi observado que ele pode continuar a piorar em algumas pessoas, demonstrando que outros fatores podem estar relacionados para sua piora (ver VISÃO).
O glaucoma deixa o paciente cego?

Sim, a perda progressiva do CAMPO DE VISÃO PERIFÉRICO pode causar grandes dificuldades para perceber objetos a sua volta (porém só ocorre com muitos anos de doença não controlada, geralmente). Já o glaucoma avançado pode acometer a VISÃO CENTRAL também (aquela que se usa para leitura), podendo chegar ao ponto de perda total da VISÃO.
A cegueira causada pelo glaucoma é reversível?

Não, como ela se dá pela lesão que ocorre em fibras de nervos que saem da RETINA para o NERVO ÓPTICO, não se tem ainda como recuperá-las.
O colírio usado para baixar a pressão ocular deve ser usado para sempre?

Sim, a pressão interna dos olhos é o único fator relacionado ao glaucoma que é possível de intervir, portanto é onde são investidos recursos para controle. Os COLÍRIOS são os meios até o momento mais seguros de manter o controle da pressão do olho e como já foi comprovado que o controle da pressão retarda a evolução do glaucoma é necessário o uso contínuo destes colírios para proteger o olho da lesão do glaucoma.
Quando a pressão ocular estiver normalizada a pessoa pode parar de usar os colírios?

Não, se são os COLÍRIOS que no caso estão mantendo a pressão controlada, parar seu uso causará novo desequilíbrio e aumento da pressão. Quando o controle não é alcançado com os colírios em terapia máxima a cirurgia para redução da pressão deve ser indicada.
Quando se opera o glaucoma o problema da pressão está resolvido?

Na maioria dos pacientes que são submetidos a CIRURGIA para redução da pressão interna do olho ocorre o equilíbrio da pressão em um nível seguro, não precisando mais do uso de COLÍRIOS. Por outro lado, alguns pacientes podem apresentar difícil controle mesmo após a cirurgia, necessitando novas cirurgias ou até manter os colírios.
Quando se opera o glaucoma a visão pode voltar?

A CIRURGIA tem apenas o objetivo de controle da pressão interna do olho, para evitar a rápida progressão da lesão do glaucoma. Portanto não melhora a VISÃO já afetada pela lesão do NERVO ÓPTICO, pelo glaucoma.
Ter familiares com glaucoma aumenta o risco de ter glaucoma?

Sim, um dos fatores de risco muito importante para ter o glaucoma é a história familiar. Porém não quer dizer que obrigatoriamente terá glaucoma quem tiver familiar glaucomatoso. O EXAME oftalmológico adequado, com um bom oftalmologista, é muito importante para o esclarecimento de dúvidas.

Quais as pessoas mais propensas a terem glaucoma?
De acordo com as estatísticas 1% a 2% da população acima de 40 anos é portadora de algum tipo de glaucoma. Filhos de glaucomatosos precisam verificar com mais freqüência sua pressão intraocular. Deve se ter atenção a certos MEDICAMENTOS que podem provocar o aumento da pressão intraocular.
Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.ibc.gov.br/

8 dicas para proteger olhos do uso prolongado de eletrônicos

Copa do Mundo é marcada por um período aquecido para o comércio de eletrônicos. Muitas pessoas saem em busca de novas televisões, tablets e smartphones para acompanhar os jogos e as notícias. O que poucos sabem é que o uso contínuo dessas tecnologias não é bom para a saúde dos olhos.

Jogos-eletrônicos-podem-melhorar-a-visão

Segundo o oftalmologista do H. Olhos, Dr. Pedro Antônio Nogueira Filho, ficar na frente do computador ou da televisão por muito tempo pode gerar alguns problemas de visão. Fique atento se você já sentiu cansaço visual, vermelhidão, ardência, lacrimejamento, incômodo à claridade, visão embaçada, sensação de peso nas pálpebras, entre outros sintomas.

Dr. Nogueira Filho disse a INFO que aparelhos eletrônicos ativam uma forma de atenção no Sistema Nervoso Central Humano, a “Atenção Ativa”. Ela é capaz de inibir mecanismos autônomos (aqueles onde não é necessário pensar para que seja realizado, ou seja, é automático), como piscar dos olhos.

“A Atenção Ativa retarda o processo e diminui a frequência do movimento, algo essencial ao bem estar dos olhos, que precisam estar lubrificados”, afirma. Quem realiza a distribuição da lágrima sobre os olhos são as pálpebras quando realizam o movimento do piscar.

A Síndrome da Visão Cansada é o problema mais conhecido de todos. Ela acontece pela fixação das vistas na tela dos aparelhos que emitem luz durante muito tempo. Veja a seguir oito dicas do Dr. Nogueira Filho para seguir no cotidiano e evitar problemas na vista:

1. Faça pausas e saia da frente do computador ou televisão. “As pausas devem ser realizadas a cada 30 ou 60 minutos, devendo ter duração de cerca de 10 minutos”, afirma.

2. Durante a pausa, olhe pela janela ou para um ponto distante da casa. “Orientamos que o paciente procure usar a visão para longe, buscando o horizonte quando em frente a uma janela ou sacada, por exemplo”, diz.

3. Procure piscar mais. É comum, principalmente durante os jogos, que o torcedor fique concentrado por um longo período. Isso causa um aumento do tempo entre as piscadas e no ressecamento ocular. “O usuário fica com a córnea hipersensível, o que causa os sintomas já citados”, disse. Aos poucos, isso pode causar inflamações e ulcerações.

4. Evite brilhos ou reflexos na tela. Para isso, é possível mudar o ângulo de inclinação ou mesmo usar protetores de tela ou tela plana.

5. Mantenha a iluminação ambiente adequada. “Devemos observar que o atual ‘ambiente de trabalho’ é reconhecido como um ambiente hostil, pois envolve iluminação excessiva, umidade do ar baixa (devido o uso do ar condicionado e aquecedores em geral), além do uso dos aparelhos eletrônicos”, afirma. O ideal é que tudo isso seja usado de forma moderada, inclusive a intensidade da iluminação dos aparelhos eletrônicos.

6. Evite ar condicionado ou ventilador direto sobre o rosto. É importante que a temperatura ambiente seja amena. O excesso de vento e as temperaturas baixas podem ajudar a ressecar os olhos e deixar a córnea sensível.

7. A distância ideal para assistir TV deve ser de dois metros. Além de melhorar o campo de visão da tela, essa técnica pode evitar problemas de visão.

8. Evite deixar o monitor do computador ou a televisão acima da linha do olhar. Isso pode provocar um ressecamento maior, já que nesta posição é preciso manter os olhos mais abertos.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://exame.abril.com.br/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

Como manter os seus olhos saudáveis

saude-olhos

Os nossos olhos são a janela para um mundo de cor vibrante. Permitem-nos desfrutar da maravilha do sorriso de uma criança, do fascínio do mundo artístico e da beleza indescritível do nosso planeta. No que diz respeito a tamanho, fiabilidade, desempenho óptico, adaptação a mudanças das condições de luz, consumo de energia e sustentabilidade, os nossos olhos suplantam mesmo a melhor e mais moderna câmara. Assim, está implícito que devemos prestar atenção particular aos nossos olhos. De seguida, encontra-se um resumo das coisas mais importantes a fazer e a não fazer:

Exames de prevenção

Desde o nascimento, deve ser prestada atenção particular aos nossos olhos. Isto é particularmente pertinente para bebés prematuros e crianças  cujos parentes sofram de estrabismo ou ametropia. Todas as crianças devem ser examinadas por um oftalmologista quando tiverem entre 6 e 12 meses e, também, entre 30 e 42 meses. As crianças que necessitem de usar óculos devem continuar a efetuar exames regulares.

Os utilizadores de estrada motorizada devem efetuar exames anuais para controlar a sua acuidade visual, campo de visão, visão escotópica e de cores, como, também, a respectiva sensibilidade a luz intensa.
Para a maioria das pessoas, é importante efetuar exames regularmente para detectar glaucoma a partir dos 40 anos; para pacientes de risco elevado, o mesmo aplica-se a partir dos 20 anos. De preferência, estes testes devem ser efetuados de dois em dois anos. A partir dos 55 anos, deve-se examinar regularmente a existência de mácula, idealmente, uma vez por ano, para garantir um diagnóstico antecipado de qualquer degeneração macular relacionada com a idade (DMRI). Os fumadores ou as pessoas que passam muito tempo ao sol correm um maior risco, nesta situação.

Proteção UV

Qualquer pessoa que passe muito tempo ao sol, sem proteção adequada, corre o risco de sofrer queimaduras solares; atualmente, toda a gente sabe isso. Porém, há uma coisa que muitas pessoas não sabem: a córnea do seu olho também pode sofrer queimaduras solares, resultando na «cegueira da neve» ou «queimadura súbita». Se isto ocorrer, as terminações nervosas da córnea ficam expostas. Os sintomas incluem dores graves, sensibilidade extrema à luz, queimaduras, olhos lacrimejantes e vermelhos. Ocasionalmente, pode originar deficiências na visão. A longo prazo, a exposição a UV pode originar o engrossamento da conjuntiva e cataratas, tal como um maior risco de degeneração da mácula. É, assim, importante usar óculos de sol que filtrem, otimamente, a luz UV. Idealmente, os óculos de sol devem ter uma proteção UVA/UVB mínima de 400 UV. Isto garante que os óculos de sol bloquearão todos os raios de luz nocivos no campo dos ultravioleta. Sugestão: as lentes oculares maiores são melhores do que as lentes mais pequenas. Estas últimas permitem a passagem de luz por cima e pelos lados da armação. Os óculos de sol são uma necessidade absoluta quando conduz um cabriolé conduzir um cabriolé, andar de patins ou de bicicleta.

Ar fresco

Este bem essencial não é apenas benéfico para os pulmões, coração e vasos sanguíneos. As córneas dos seus olhos também obtêm oxigênio diretamente do ar. A razão para isto? Não têm uma fonte de oxigênio própria. Qualquer pessoa que tenha de permanecer sentada numa sala cheia de fumo e abafada deve, frequentemente, aliviar olhos ao apanhar ar fresco. Em acréscimo, os utilizadores permanentes de lentes de contacto devem ter um «dia de óculos», de vez em quando, para darem descanso aos olhos.

Computador

Os estudos finalmente conseguiram prová-lo de modo explícito: períodos intensos passados a trabalhar no computador e a olhar fixamente para um ecrã de computador fazem com que os nossos olhos fiquem muito secos, pois pestanejamos com muito menos frequência. É, assim, importante dar, regularmente, um intervalo aos seus olhos do ecrã quando trabalha num computador. Olhe para fora do ecrã e para algo ao longe, feche e abra os seus olhos, ocasionalmente, e esforce-se por pestanejar. Yoga visual – consulte as nossas sugestões de exercício visual – também pode ser relaxante para os seus olhos. Todas estas sugestões ajudarão a distribuir, de maneira ideal, a película protetora lubrificante do olho.

Higiene

Os olhos fazem parte do seu corpo; isso é óbvio. Porém, também significa que deve sempre tentar lavar as mãos antes de tocar ou esfregar os olhos.

Cosmética

Qualquer pessoa que goste de usar maquilhagem nos olhos apenas deve usar produtos que sejam testados ao nível de alergias e que não tenham conservantes. Os produtos que irritam os olhos fazem-no ao atacar a película protetora lubrificante do olho na córnea. À noite, é importante lembrar-se de retirar o rímel, eyeliner e sombra das suas pestanas e pálpebras.

Cremes para os olhos

Qualquer pessoa que use cremes para os olhos deve, primeiro, aconselhar-se bastante, pois os produtos não devem conter quaisquer óleos para espalhar. Estes óleos podem romper a película lacrimal e originar alergias. Evite aplicar cremes faciais diretamente na área em redor dos seus olhos.

Partículas estranhas

As partículas estranhas podem danificar a sensibilidade da córnea e causar a inflamação do olho interno. Mas tenha cuidado: se uma partícula estranha perfurar a córnea, esta perfuração fecha-se sozinha. O dano já não pode ser visto exteriormente. Porém, se esfregar o seu olho nestas condições, pode originar pequenas lesões e abrasões, pelo que é imperativo que consulte um oftalmologista. Se necessário, o seu oftalmologista retirará a partícula estranha e receitará uma medicação para aliviar a inflamação e a dor.

Queimaduras químicas

Corrosões são, frequentemente, causadas por ácidos ou soluções alcalinas, encontradas no calcário ou produtos de limpeza doméstica. A membrana ocular ou a córnea podem ser lesadas diretamente. O olho deve ser imediatamente lavado, para se retirar as substâncias com a lavagem ou diluí-las. Caso não haja solução aquosa esterilizada ao alcance, lavar preferencialmente com água mineral ou da torneira. Em seguida, procurar um oftalmologista imediatamente!

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://vision.zeiss.com/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

Montadora de Veiculos patrocina Natal Encantado em Curitiba e em outras 40 cidades do Paraná

Com lançamento marcado para este sábado, 1º de dezembro, em São José dos Pinhais, com a presença do governador Beto Richa, o Natal Encantado deste ano seguirá sua viagem pelo Paraná até 22 de dezembro. Até lá, serão muitos espetáculos, atrações culturais, além de doações de brinquedos.

22251_andre_wormsbecker
Em Curitiba, por exemplo, a Praça Santos Andrade vai virar um lugar de encanto e magia. Além do tradicional palco da Fábrica do Papai Noel com apresentações do Auto de Natal, toda a área será preparada para encantar os curitibanos e turistas com a árvore de natal de luz; o jardim encantado, que iluminará toda a praça; os contadores de história e a tradicional feirinha de Natal.

As cidades do interior também serão beneficiadas. Neste ano, o Papai Noel vai passar com sua comitiva por 40 municípios paranaenses. São duas caravanas partindo de Curitiba que farão uma viagem por 20 cidades cada uma. Papai Noel, com seu baú de brinquedos, e artistas de uma companhia de teatro farão apresentações que encantarão público.

Além de encontrar o Papai Noel e assistir a um belo espetáculo de Natal, as crianças de cada cidade que forem até a caravana vão ganhar presentes. O Provopar arrecadou 100 mil brinquedos que serão distribuídos em cada cidade que o Natal Encantado passar.

Tradição natalina
O Instituto Renault tem tradição nas ações sociais de Natal no Paraná, onde está o Complexo Industrial Ayrton Senna. O projeto “Natal Solidário” é uma destas importantes iniciativas. Todos os anos, uma grande campanha é realizada entre os colaboradores da Renault, que doam brinquedos novos ou usados em bom estado de conservação que são distribuídos a crianças carentes da região. A cada ano, um número cada vez maior de brinquedos tem sido arrecadado.

Sobre o Instituto Renault
A Renault do Brasil acredita que é papel da empresa dar oportunidades de desenvolvimento para as pessoas e preservar do planeta. O objetivo do Instituto Renault é contribuir para o desenvolvimento humano e sustentável por meio de ações planejadas, através da qualificação da educação, desenvolvimento comunitário, segurança no trânsito e sustentabilidade ambiental.

Para isso, o Instituto Renault foi criado em 2010 e atua em quatro eixos principais: educar (com o objetivo de fortalecer a educação infantil, fundamental e universitária, além de possibilitar a formação profissional para jovens); proteger (estímulo às práticas de direção segura e ações educativas no trânsito); transformar (desenvolvimento pessoal, profissional, social e geração de renda para as comunidades locais) e preservar (promoção da sustentabilidade ambiental para todos através do gerenciamento de resíduos fabris, redução de impactos ambientais e novas tecnologias).

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://imprensa.renault.com.br


Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.189 outros seguidores

Calendário

abril 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 984.525 hits

%d blogueiros gostam disto: