Posts Tagged 'hidratar'

Cinco benefícios de beber água em jejum

A maior parte do organismo humano é formada por água, 75% dos músculos é água, por exemplo. Portanto, é importante consumir uma boa quantidade de água diariamente para manter a saúde.

413465-Razões-para-beber-água06

Com a ingestão de água provocamos uma diurese maior, o que favorece a eliminação de toxinas e previne algumas doenças.

Os especialistas vão mais longe e insistem na importância do consumo da água em jejum. Mas por que?

Segundo o Instituto Europeu de Hidratação, a água é o solvente que permite muitas das reações químicas vitais do organismo, ajudando a manter as funções corporais.

Confira abaixo uma lista dos benefícios, segundo o instituto.

Cinco benefícios do consumo de água em jejum:

  1. Uma hidratação adequada é importante para o funcionamento correto do cérebro. Quando estamos hidratados adequadamente, as células do cérebro recebem sangue oxigenado e o cérebro permanece alerta.
  2. O consumo adequado de água é essencial para o bom funcionamento dos rins, ajudando-os a eliminar através da urina os resíduos e nutrientes desnecessários.
  3. A água melhora o trato digestivo, já que é necessária na dissolução dos nutrientes para que estes possam ser absorvidos pelo sangue e transportados para as células.
  4. A água também é uma grande aliada da pele, ajudando a manter a elasticidade e a tonicidade.
  5. A água também atua como um lubrificante para os músculos e articulações: ajuda a proteger as articulações e também o melhor funcionamento dos músculos.

Carmen García Torrent, nutricionista e licenciada em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, afirmou que o recomendável é tomar de um a dois copos de água em jejum e, em seguida, continuar bebendo o líquido o resto do dia até chegar aos dois litros.

A nutricionista também afirmou que, depois da ingestão de água, é preciso esperar pelo menos dez minutos antes de fazer alguma refeição para que a água possa atuar sobre o corpo.

Terapia

A prática do consumo de água com o estômago vazio é muito popular no Japão e os japoneses seguem o que se conhece como “Terapia da Água”.

Apesar de não haver estudos que verifiquem isto, a Associação Médica do Japão afirma que este tratamento é eficaz para várias doenças, entre elas, problemas cardíacos.

E, abaixo, veja como é esta terapia.

  • Ao acordar, beba quatro copos de água, antes até de escovar os dentes.
  • Não se pode beber mais nada até 45 minutos depois de beber a água.
  • Passado este tempo, a pessoa pode comer e beber normalmente.
  • Até duas horas depois do café da manhã também não se pode comer nem beber nada.
  • A água deve estar na temperatura ambiente ou morna, preferivelmente. E não deve conter flúor ou outros químicos.

Efeitos negativos

A sede é um reflexo da desidratação e, por isso, é aconselhado não esperar sentir sede para beber água.

Mas, segundo a nutricionista Carmen García Torrent, ingerir água em excesso também é prejudicial.

“Beber mais de três litros de água pode ter efeitos negativos para saúde.”

“Ao urinar, a pessoa não elimina apenas água, também perde sais minerais. Se beber muita água, faz os rins trabalharem mais sem necessidade”, disse.

De qualquer forma, Carmen afirmou que é muito raro que as pessoas cheguem a beber três litros de água por dia, a não ser nos casos em que a pessoa faça muito exercício e o clima esteja muito quente.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.bbc.co.uk/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

Cuidados com pacientes com Dengue e Febre Chikungunya

As ações contra a dengue e a febre chikungunya são fundamentais para evitar casos das doenças, principalmente em crianças e idosos, faixas etárias em que o corpo encontra-se mais vulnerável. Nos últimos dez anos foram notificados 82.039 casos graves e 2.931 óbitos, o que representa um aumento de 705% e 974%, respectivamente, se comparado com a década anterior. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado das doenças com prescrição de líquidos para hidratar o paciente são fundamentais.

140703-mosquito-1722_c3770309e8050947cfe125e7b1a31753

De acordo com o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue do Ministério da Saúde, Giovanini Coelho, o volume de líquido ministrado em cada paciente com dengue ou febre chikungunya deve feito com cautela. “A hidratação deve ser cuidadosa independentemente da idade. No entanto, nas consideradas idades extremas (crianças e idosos), deve ser seguido rigorosamente os volumes de líquidos preconizados nos protocolos do Ministério da Saúde. Esse cuidado é importante principalmente nos pacientes idosos, pois nessa faixa etária existe uma maior probabilidade de pacientes com problemas cardíacos. Nesse caso volumes de hidratação inadequados podem sobrecarregar o coração”, alerta.

A faxineira Patrícia de Araújo e Silva, mãe da Sophia, de nove anos, mora na Asa Sul, Distrito Federal, e conta sobre os sintomas da filha ao ser diagnosticada com dengue e as indicações médica. “Ela foi diagnosticada no dia 5 de março e está em casa. Os sintomas apareceram na terça-feira, 03. Os médicos recomendaram repouso, muita água e analgésico específico para estes casos a cada seis horas. Ela estava com febre muito alta, dor de cabeça na parte frontal e dor nos olhos. Agora ela está bem, mas nos dois primeiros dias foi tenso, porque era muita febre e muita dor, mas aparentemente ela já está melhor”, relata.

Os sinais e os sintomas da febre chikungunya são parecidos com os da dengue, causando febre de início agudo, dores articulares e musculares, dores de cabeça, náusea, fadiga e manchas avermelhadas na pele. É importante estimular a hidratação oral, evitar o uso de aspirina e anti-inflamatórios e realizar repouso absoluto no tratamento da doença. A medicação para febre e dor deve ser prescrita pelo profissional de saúde. Na fase aguda, as dores podem ser aliviadas com compressas frias nas articulações acometidas, de 4 em 4 horas por 20 minutos. Deve-se evitar também atividades que sobrecarreguem as articulações e os membros devem ficar posicionados de forma que favoreça a circulação sanguínea.

A dengue e a febre chikungunya são transmitidas pelo mesmo vetor, os mosquitos Aedes Aegypti e Albopictus, que podem ser eliminados com simples ações no dia-a-dia. Não deixar acumular água parada e não jogar lixo em locais públicos é responsabilidade de todos e é fundamental para evitar o aumento de casos no país. Faça sua parte e previna-se!

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://www.blog.saude.gov.br/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

HIPERTERMIA: Previna-se

Campanha-ATIVIDADE-FÍSICA-2014

Pés merecem cuidados extras no verão e no Carnaval

Ok, é impossível usar sapatos fechados (com meias, ainda por cima) nesse calor que bate recordes de temperatura. Deixar os pés frescos em sandálias, chinelos ou até descalços é de lei.

pes-550x366

No entanto, se por um lado sapatos abertos amenizam o calor, também deixam os pés mais expostos e, consequentemente, mais suscetíveis ao ressecamento, bolhas e outros probleminhas típicos de verão. Além disso, logo chega o Carnaval e eles serão ainda mais solicitados. Veja dicas fáceis de como manter os pés bonitos e macios o verão todo e como cuidar deles durante a folia.

Hidrate todos os dias
Dê preferência a cremes específicos para esta parte do corpo. Os à base de ureia e lactato de amônio são bastante eficientes. “Em casos em que os pés estejam extremamente ressecados, indico aos meus pacientes uma fórmula manipulada de vaselina com ácido salicílico, duas vezes por dia”, diz a dermatologista Daniela Lemes, da Slim Clinique, no Rio de Janeiro (RJ). Aplique toda noite, antes de dormir. Se conseguir suportar o calor, vista uma meia logo depois, por 30 minutos, para potencializar a ação do produto. Espalhe no pé todo, massageando, e dê atenção especial às regiões mais ressecadas, como calcanhares. Não esqueça da pele em torno das unhas e das cutículas. Elas também ressecam, e por isso merecem cuidado especial no verão. Hidrate com cremes, óleos ou manteigas específicos para cutículas, pelo menos uma vez por dia.

Livre-se das células mortas
Uma simples esfoliação, uma vez por semana, pode fazer maravilhas por pés ressecados. Eliminar as células mortas ajuda a diminuir asperezas e a aparência esbranquiçada do calcanhar. Além disso, é uma etapa fundamental para ajudar o creme a penetrar melhor. A melhor opção é um esfoliante elaborado especificamente para os pés, que tem grânulos no tamanho ideal para essa parte do corpo. Na falta, os de corpo podem quebrar o galho – evite, no entanto, os faciais, que possuem grânulos muito fininhos, que não farão efeito na pele mais grossa dos pés. A boa e velha pedra pomes pode substituir o esfoliante, assim como uma lixa fina.

Proteja-os dos raios UV
Você sabe da importância de proteger rosto e partes expostas do sol, mesmo na cidade, certo? Mas será que lembra de passar protetor nos pés também? Ele não apenas evita que seu pé fique mais escuro do que outras partes do corpo como também impede o aparecimento de marcas de sol causadas pelo contorno da sandália. Assim, antes de calçar o sapato, aplique um filtro com FPS 30 (para quem tem pele morena clara ou branca) ou FPS 15 (para as mais morenas e negras). “Pode ser o mesmo protetor que você usa no corpo”, recomenda a dermatologista Márcia Pontes, do Rio de Janeiro (RJ).

É Carnaval…
E todo mundo merece cair na folia sem se preocupar com pés machucados nem calos. Antes da festa, proteja os pés com adesivos específicos para esse fim, nos locais em que o sapato costuma machucar. Outra boa dica é lançar mão de palmilhas específicas para sapatos de salto, que criam um apoio extra para o arco do pé e deixam o calçado mais confortável. Ao final de cada dia, relaxe em um escalda-pés (veja abaixo como fazer). E, claro, intensifique os cuidados com hidratação e esfoliação na semana do Carnaval. Assim, você passará a semana com os pés intactos e bem cuidados.

Escalda-pés

Você vai precisar de:
– uma bacia grande
– 2 litros de água quente
– ervas, pétalas, chás ou essência de flores (camomila, lavanda, erva-doce etc.)
– um punhado de sal grosso
– lascas de gengibre

Ponha todos os ingredientes secos na bacia. Despeje a água sobre eles e mergulhe os pés limpos. “Mantenha-se sentada numa posição confortável até que a água fique morna”, explica a dermatologista Denise Lage, de São Paulo (SP).

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://mulher.uol.com.br/

Visite nosso site: http://www.vivamelhoronline.com.br

Cuidados com a voz podem evitar doenças nas pregas vocais

Nesta segunda-feira (16) é comemorado o Dia Mundial da Voz. A data é um alerta para os cuidados necessários para manter a qualidade da voz e evitar doenças na garganta. A atenção deve ser tanto de quem usam a voz como ferramenta de trabalho, como no dia a dia de qualquer pessoa.

impostação  de voz

De acordo com a fonoaudióloga Amanda Coelho, os cuidados com a voz começam na alimentação. Ela afirma que alimentos gordurosos, condimentados e cítricos podem provocar alterações nas pregas vocais. “Alimentos como o leite e o chocolate, por exemplo, criam uma secreção, um muco, que dificulta a movimentação das pregas vocais durante a produção de som. Isso pode provocar irritações”, explica.

A especialista recomenda ainda que, além dos cuidados com a alimentação, é preciso evitar excessos. “Evite gritar, falar muito rápido e até mesmo sussurrar. Ao contrário do que se pensa, o ato de sussurrar força as pregas vocais. O ideal é sempre falar em tom normal”, orienta.

O radialista Antônio Luiz trabalha há 26 anos com locuções. Ele conta que depois de ter problemas com a voz, apreendeu a cuidar da ferramenta de trabalho. “Antes de conhecer a profissão, a gente acha que para ter boa voz é preciso falar mais alto e mais forte, além de impostar demais. No começo a gente sente as consequências, mas com o tempo apreendemos a cuidar da voz”, comenta.

Quem também sentiu os reflexos dos excessos com a voz foi o cantor Léo, da dupla de Itapetininga Luiz e Léo. Há seis anos na profissão, pelo menos quatro dias na semana são dedicados aos shows, ensaios, gravações. Ele conta que no início da carreira não havia a preocupação com a voz. Os resultados foram calos nas pregas vocais devido abusos. Depois da constatação, passou a ter cuidados. Além do controle de volume e exercícios, ele não descuida do consumo de água em temperatura ambiente. “A voz é meu instrumento de trabalho, por isso tenho que cuidar”, ressalta.

Segundo a fonoaudióloga Amanda, a água tem temperatura ambiente é uma aliada importante para preservação da voz. “A água deve ser muito consumida, mas fracionada ao longo do dia, em pequenos goles. Isso ajuda a exercitar as pregas e também deixadas desobstruídas para a produção do som”, explica.

Teste: Mitos e Verdades sobre os Cuidados com a Voz

De acordo com o otorrinolaringologista José Otávio, de Itapetininga, líquidos gelados ou quentes também devem ser evitados. “As temperaturas muito baixas ou muito altas são prejudiciais. Elas poderão provocar irritabilidade nas pregas vocais. A temperatura boa é a de 37%, a natural”, afirma.

O médico cita, por exemplo, o alto índice de casos de câncer de esôfago. “É habito entre os gaúchos o consume de chimarrão. Isso contribui para os problemas na garganta”, explica.
Outra dica do especialista é a ingestão de maça para ajudar no melhoramento e manter o equilíbrio da voz. “A maça tem ação adstringente nas pregas vocais, assim como a água”, afirma.

Indícios de problemas
Os sintomas de doenças ligadas à voz podem ser rouquidão por mais de 15 dias, voz entrecortada, dificuldade para engolir, dificuldade  e dor para engolir, tosse e pigarro.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://g1.globo.com

Cuidados com a Voz

A voz é um instrumento de trabalho para muitos profissionais, que a usam exaustivamente durante todo o dia.

proteja-voz-r

Mas mesmo aqueles que a usam com moderação devem tomar alguns cuidados para mantê-la sempre saudável. Por isso, evite disfonias (alterações vocais com origem orgânica e/ou funcional) seguindo as orientações abaixo.

Mas acima e antes de tudo procurando especialistas, o otorrinolaringologista ou o fonoaudiólogo. Nunca se automedique ou siga orientações de leigos. É a sua voz, ou a falta dela, que está em jogo.

– Mantenha uma postura correta enquanto trabalha com a voz: corpo ereto com correto alinhamento do eixo cabeça-pescoço-costas, mas sem tensão.

– Aqueça e desaqueça a voz antes e depois dos esforços vocais, através dos exercícios do final do texto.

– Mantenha o aparelho fonador hidratado, bebendo água em abundância, de preferência à temperatura ambiente.

– Tenha uma alimentação saudável, rica em alimentos leves e de fácil digestão (frutas, legumes, vegetais, peixe, frango).

– Coma maçã, que tem propriedades adstringentes.

– Durma 8 horas por noite e repousar nos períodos de maior trabalho vocal.

– Repouse a voz após seu uso intensivo.

– Relaxe e mantenha o controle emocional. A prática de yoga e pilates são recomendados para o alcance desse objetivo.

– Pratique natação, ciclismo, aeróbica, etc. (respiração e alongamento dos músculos).

– Evite lugares barulhentos antes e depois do esforço vocal, já que obrigam à competição sonora entre a voz e o ruído.

– Evite permanecer em ambientes refrigerados ou aquecidos por ar condicionado, já que este retira a umidade do ar.

– Evite ambientes com poeiras, mofo ou cheiros fortes.

– Evite tossir ou pigarrear, já que favorecem o atrito nas cordas vocais; optar por engolir saliva ou beber água para afastar o incômodo.

– Evite alimentos pesados, muito condimentados ou gordurosos antes de deitar, para evitar o refluxo gastroesofágico. Estes alimentos devem ser evitados também antes do esforço vocal.

Informações parciais. Confira o texto na íntegra, acessando o site: http://unimedvivasaude.com.br


Twitter @vivamelhor

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 2.198 outros seguidores

Calendário

novembro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Estatísticas do Blog

  • 977.502 hits

%d blogueiros gostam disto: